LOURA-SEDUTORA-1

Loura Aparição PARTE 1 : As Sedutoras Mulheres Assombradas

Loura, linda, assustadora : três histórias de belas assombrações que povoam o imaginário do Recife. Quem são estas três criaturas de hoje ?

Das lendas medievais até os dias de hoje e sua presença nas ruas do Recife, quem são as alvas damas que enfeitam o imaginário assombrado?

   A loura dama entra. Seus cabelos flutuam fantasmagóricos, como se estivesse sob a água. As vestes voluteiam ao redor do corpo sutil, o rosto é a síntese da encarnação da beleza. Seus pés não tocam o chão, mas demoramos a perceber que ela não é deste mundo.  Quem é esta linda e apavorante visão?

   Somos fascinados pelo sobrenatural. E se , além de assustador, ele for belo, mais ainda. É o caso das aparições femininas sedutoras. Lindas, jovens para sempre e louras, representam o ideal da mulher sonhada. Aqui na região metropolitana do Recife, temos muitas visões de mulheres sedutoras e  aterrorizantes, e o medo que nos assola é justamente por vir de algo tão lindo. 

SEDUTORA 1

A bela visão espectral.

   Tais aparições podem ter origens diversas: Na idade média, havia a crença na "white Lady" que vinha buscar os espíritos daqueles que iriam morrer.  Nos Estados Unidos, temos várias. A  "White Lady of Acra" , próximo à Nova Yorque, assombra as estradas anexas  do local onde morreu. Na realidade, a grande maioria de Damas Brancas americanas são aparições de mulheres mortas em acidentes. O mesmo é acreditado nas Filipinas e Portugal. No Japão, agumas aparições femininas são relacionadas à flores, peônias e camélias. Na Alemanha e  Escócia, as damas se atiram de castelos, ou por tristeza,  ou para fugir de um casamento indesejado. Histórias bem parecidas, e que ganharam notoriedade principalmente depois da obra "The Woman in White" de Wilkie Collins, escrita em 1859. Estas lendas migraram para o Brasil, e ocorrem em várias regiões do país, tendo também tem sua forma peculiar em Recife. Vamos conhecer três delas?

A Galega de Santo Amaro.

   Santo Amaro é um bairro no centro do Recife, muito famoso por abrigar o imenso cemiterio público da cidade. E, é claro tem suas lendas de aparições e fantasmas. Uma delas é a loura de Santo Amaro.

   Nos idos de 1970 havia por ali, próximo aos portões do cemitério, uma garagem de ônibus da empresa CTU. Lá, ao fim dos turnos, os ônibus elétricos se recolhiam. Um certo dia, conta um motorista que deu carona a uma loura deslumbrante, e ela pediu para descer na garagem da CTU. Falou que morava ali perto. O motrista, desconfiado, seguiu a moça para ver onde ela morava. Pois então ela entrou exatamente no cemitério ! Ele correu para lá, mas já não a viu. Ouviu, no entanto, os passos fantasmagóricos ressoando pelo chão.

   Esta mesma loura foi vista várias e várias vezes. Pedia carona até Santo Amaro e, quando o motorista chegava na frente do cemitério, ela desaparecia do banco de passageiros.  Ora aparecia a transeuntes assustando-os ao máximo, ora se deixava ver e acompanhar até a porta do necrotério,onde desaparecia suavemente. Foi vista amiúde por perto da delegacia, também próxima ao cemitério. Ai de quem ousasse passar perto dali depois das dez da noite. A galega de Santo Amaro fez muito marmanjo chorar de medo igual uma menininha !

A Loura do Elevador de Boa Viagem

   Havia um hotel, na Avenida Boa Viagem, ao lado da pracinha da feira típica.  Era um hotel antigo e muito requisitado, bem frequentado devido à sua excelente localização. De frente para o mar. Acontece que , neste lugar de relaxamento e descanso , começou a circular uma bela fantasma.

   Diziam ser o fantasma de uma aeromoça, que veio a falecer em sua própria cidade. Mas que , gostando do hotel escolheu aquele lugar para assombrar. Especialmente entre o primeiro e segundo andar. Alguns hóspedes e motoristas de taxi  relatam a visão, e  é entre fantástica e medonha.

Uma linda loura, com perfume de flores (vivas).  Mostra o lado do rosto perfeito, mas quando vira para o lado, vemos a hedionda face de uma caveira!

   Certo dia, um hóspede jovem , saindo pela madrugada de Recife, pegou o elevador  justo entre os dois andares. O que aconteceu com ele neste curto intervalo de tempo foi de gelar o sangue. Ele chegou desacordado ao andar térreo, e ao despertar relatou o encontro com a hedionda dama.

   O hotel foi demolido e hoje dá lugar a um elegante condomínio. Mas será que avisaram isto à moça fantasma? ou ela continua assombrando os moradores do primeiro e segundo andares?

   Esta lenda urbana guarda uma certa similaridade com uma outra, de origem estadunidense.  Uma jovem que foi morta no Royal Sonesta Hotel Boston em 1943, e que assombra o elevador de lá. Mas o fato não tira o chame de nossa aeromoça fantasma do hotel recifense.

 

 

 

A Sedutora da Curva de Dois Unidos

Um dos fatos mais interessantes das almas penadas de recife é o seu apego aos bairros. Esta assombração faz parte deste grupo, bairrista, local e que assusta apenas à seus moradores.

No bairro de Dois Unidos existe uma curva na estrada, onde funcionava uma fábrica. Conta-se que a moça loura aparece principalmente para os apreciadores da vida boêmia. O caso mais conhecido é o de um certo senhor, que voltava para casa altas horas da Madrugada. Bêbado e sem tostão, foi obrigado a voltar andando . Chegando na dita curva da fábrica, avistou a sedutora. Ela sorriu, pedindo um cigarro . Ele não os tinha. Mas ora, o que uma moça fazia ali, sozinha, de madrugada? Jogou então uma paquera para a jovem. Entabulou uma conversa bêbada para ela, e logo quis tomar ousadia. Passou a mão pelas pernas dela, e percebeu que algo estava errado, muito errado.

 

sedutora 2

E lá, na escura estrada, estava ela.

 

a moça tinha a perna ossuda. Ele, pois, levantou a saia um pouco e viu que era apenas um esqueleto. Não pode evitar de olhar-lhe o rosto e o horror veio até ele: A bela loura havia se transformado em uma caveira, e estendia os braços para ele, querendo arrastá-lo para o túmulo. Fugindo do amplexo da aparição, ele correu como um desesperado, ouvindo os passos e ossos batendo bem perto de si. Ela o perseguia? estava quase a tocar em seu ombro com sua mão espectral?

Chegando em casa, bateu, ninguém veio. Findou por arrombar a porta mesmo. Aprendeu a lição, e contou a todos da horrenda visão. Hoje, poucos passam pela estrada de madrugada. Apenas desavisados da loura fantasma .

 

 

 

.

Gostou desta postagem? Sábado dia 1 de abril, leia a continuação " Loura Aparição PARTE 2 : As Sedutoras Mulheres Assombradas"

 Curta nossa FANPAGE AQUI

Posted in Assombrações, Assombrações do Recife, Conto, Curiosidades, História do Recife, Literatura, Mulheres Assombrosas, terror.
  • Alexander Meireles da Silva

    Recife tem uma longa tradição ligada ao sobrenatural e merece mesmo ser divulgado, principalmente para quem está fora do eixo Rio-São Paulo. Parabéns pelo post.

    • robertacirne

      É verdade, Alexander, e pretendo sempre fazer esta ponte de nosso folclore e terror com o contexto histórico, Recife é fantástica!